quarta-feira, 18 de março de 2009

Quaresma

Foto retirada daqui

Caros Irmãos Romeiros,
Graça e Paz de Jesus!

Mais um ano se passou, desde a última caminhada que fizestes, na Quaresma anterior.
Certamente, todos nós teremos muito para corrigir ao longo deste ano que passou, e muito também para repensar, com o objectivo de seguir em frente, servindo sempre mais e melhor.
A romaria, não é apenas um caminhar com o terço na mão, pelas nossas ruas e freguesias. É muito mais do que isso: é reflexão, encontro, partilha, oração, mudança… é o nosso deserto, onde na linguagem dos homens da Bíblia, nos encontramos com Deus!
Fazer romaria, implica antes de mais disponibilidade interior, para o acolhimento: acolhimento de Deus, que se manifestará das mais diversas formas; acolhimento do irmão, que é imagem visível do Deus que amamos; acolhimento de mim mesmo, como ser frágil, caminhante, mas amado de verdade por Deus.
Quaresma é isso mesmo: 40 dias, que já estamos vivendo, e que procuram essa preparação mais intensa do nosso coração para acolher Aquele por cuja obra nos veio a salvação: Jesus Cristo.
Nestes dias que vamos caminhar juntos, iremos reflectir com S.Paulo, o grande Apóstolo de Jesus, no meio das gentes sem fé, meditaremos nos grandes pilares da nossa vida cristã, como baptizados. Todos são convidados a estarem presentes de coração e alma a estes momentos de encontro aqui, quando fizermos a reflexão, porque, ao dom da Palavra de Deus, ninguém fica dispensado de escutar e acolher. Só assim alcançaremos o sustento necessário para esta caminhada.
Com S.Paulo, rumaremos estes dias até ao nosso interior mais intimo, o homem da fé, que tantas vezes neste ano, vacilou, duvidou do poder do seu Mestre, recusou o amor, rejeitou o serviço, ou seja, o encontro com cada um de nós consigo mesmo! Isso é importante!
Estaremos sempre guiados pelo Espírito Santo, nas estradas desta ilha, rumo ao homem novo, que, se Deus quiser, no Domingo de Páscoa, nascerá com Cristo, e esvaziará o sepulcro dos caminhos trilhados longe de Jesus.
Estaremos rezando uns pelos outros, não esqueçam que há muita gente, que a partir deste momento rezará por todos vós, pelo que, devem se empenhar em aproveitar bem este tempo único de encontro e de salvação. O resto Deus providenciará.

Boa Romagem, que Deus nos acompanhe!

André Resendes
Seminarista

2 comentários:

Aninhas9 disse...

Boa caminhada e uma excelente reflexão.

Aninhas9 disse...

Boa caminhada e excelente reflexão para todos vós irmãos romeiros.